Homem sem habilitação e alcoolizado colide em veículo em Guararapes

 

Esteve presente na noite desta quarta-feira( 1º de Maio)  na Delegacia de Polícia Civil de Guararapes os policiais militares Celso Roberto e Moreira os quais relataram que foram acionados para atender uma ocorrência envolvendo um acidente automobilístico entre motocicleta e carro.

No local dos fatos constataram que se tratava de uma colisão frontal entre uma motocicleta Honda Bros enquanto que o automóvel trata-se de um Corsa


Em contato com os condutores os quais não estavam lesionados, durante a elaboração do Boletim de ocorrência  os policiais militares perceberam que o condutor da motocicleta apresentava vários sinais característicos de embriaguez os quais eram: os olhos avermelhados, andar cambaleante, odor etílico e vestes desalinhadas.

Convidado o piloto da motocicleta a submeter-se ao teste do etilômetro este se recusou, razão pela qual foi confeccionado autuação administrativa respectiva.

Foi  solicitado na oportunidade  documentações e habilitações dos condutores, onde ficou constatado que o condutor da motocicleta não era sequer habilitado,  enquanto a condutora do veículo estava com habilitação vencida desde o ano de 2016.

Segundo os policiais militares em decorrência de as documentações do veículo Corsa estar em dia foi liberado para uma pessoa devidamente  habilitada.

Já a motocicleta estava com licenciamento vencido razão pela qual foi retida administrativamente permanecendo sob responsabilidade da Polícia Militar.

 Ressalta a equipe policial que quando acionado o guincho para transportar a motocicleta a mesma teve a chave girada no contato a fim de se aferir a quantidade de combustível existente no tanque para anotações competentes, neste  momento o proprietário da motocicleta tentou empreender fuga subindo nela,   contudo o indivíduo foi contido pelos policiais Celso Roberto e Moreira. Em decorrência dos sinais característicos de embriaguez o condutor da motocicleta foi apresentado na delegacia de polícia de Guararapes para as providências cabíveis da mesma forma a condutora do veículo por  estar conduzindo sem habilitação foi também necessário que ela comparecesse na delegacia


 Sendo assim o condutor da motocicleta autorizou a retirada de sangue para contraprova sendo encaminhado à Santa Casa de Guararapes motivo pelo qual não houve  materialidade cabalmente demonstrado nos autos não havendo desta forma elementos  para lavratura do auto de prisão em flagrante delito. Por esta razao a ocorrência poderá ser melhor apurada mediante inquérito policial. Por Josiane Lorensetti.
Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial