SENTENCIADOS DE MIRANDÓPOLIS REALIZAM VARREDURA PARA COMBATE À DENGUE




Foi realizada na primeira quinzena do mês de abril, nas instalações e arredores da Penitenciária “Nestor Canoa” de Mirandópolis/SP, campanha de combate ao aedes aegypti popularmente conhecido como “mosquito da dengue”.

A pedido da diretoria da Unidade, sentenciados que cumprem pena em regime semiaberto, inicialmente, vasculharam a extensa área ocupada pela Unidade Prisional, a procura de possíveis focos e criadouros do mosquito transmissor da doença.

Aproveitando a demanda de sentenciados engajados na varredura, a ação se estendeu as ruas, estradas de terra, e ao córrego Ribeirão Claro que ficam próximos à Unidade.

Todos os anos, especialmente em época de fortes chuvas, os casos de pessoas infectadas aumentam consideravelmente em decorrência da falta de prevenção. Isso se deve ao mal uso que fazemos de objetos como vasos, pneus velhos, garrafas, vasilhames, ou qualquer item que sirva de acumulador de água, gerando um ambiente propício para que a larva que dá origem ao mosquito se desenvolva.

Colaboraram também com essa ação o controle de vetores da Prefeitura Municipal do município, que munidos do equipamento necessário, nebulizaram todas as ocupações do presídio e proximidades, reforçando ainda mais o combate.

Vale lembrar que atitudes como esta são essenciais para diminuir os casos da doença e preservam não só a segurança dos funcionários e sentenciados, bem como de todos que vivem em torno da Unidade Prisional, considerada uma das maiores da região.

Quando se trata de controle de epidemias a precaução pode salvar vidas e diminuir os custos do Estado com possíveis medicamentos e internações. Importante frisar que devemos todos, órgão municipais, estaduais e civis agir em conjunto a fim de que possamos ter uma cidade limpa e livre da dengue.



Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial