Cobrança de dívida em local indevido vira caso de polícia


 
              
A vítima J.S. (27 anos) esteve na delegacia na manhã de quinta-feira (28) relatando que no último final de semana estava em uma loja no centro da cidade quando chegou um senhor tendo ele se dirigido até a vítima para cobrar uma dívida a vítima. Na oportunidade ela disse que não tinha dinheiro naquele momento, então o autor passou a xinga- lá de caloteira e palavras de baixo calão, e ainda disse que ela iria pagar por bem ou por mal.

A vítima esclarece que há 1 ano o autor foi até sua casa e vendeu fiado salgados ( coxinha, enroladinho e rissoles)  totalizando o valor de R$. Porém o autor não voltou mais para receber, e quando encontra a vítima na rua emprega meios vexatórios  para cobrá-la.

Salienta ainda J.S. que se sentiu constrangida pelo fato do autor cobra- lá em público em Alto tom de voz e ainda proferir xingamentos.

Está ciente do prazo decadencial de seis meses para representação, e desde já deseja representar contra o autor.

Josiane Lorensetti

Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial