Polícia Civil e Policia Militar esclarecem homicídio contra policial aposentado

Foto: Josiane Lorensette
Por Josiane Lorensetti
Na madrugada desta quinta-feira (31)  a Polícia Militar foi acionada a comparecer em um  motel as margens da rodovia Marechal Rondon (próximo a Guararapes) pois uma moça revelou  que estava saindo de Guararapes com o namorado o qual é policial militar aposentado e fora abordada por um indivíduo que os levou até um Canavial (local em que ele foi morto).

Contudo durante as diligências para esclarecer a situação em primeira versão da testemunha a cena  não condizia com a verdade.

Diante dos fatos  foi iniciada diligências onde foram coletadas informações e provas,  um trabalho realizado em conjunto entre Polícia Civil e Polícia Militar.

Durante o transcorrer das investigações foram apresentadas novas provas para a testemunha, onde  ela acabou revelando o que realmente havia acontecido.

Segundo a versão da mulher de 21 anos, ambos  estavam tendo um encontro amoroso em um canavial e em um  determinado momento seu tio apareceu a acabou alvejado Wilson Gomes ( 54 anos) com 03 disparos de arma de fogo.

Diante disso ela saiu e pediu socorro no Motel existente próximo ao local. Contudo  durante o curso de investigação  a testemunha  acabou revelando para a polícia  que ela conhecia a pessoa que disparou contra seu namorado,  no caso seu tio.

Já concluindo o trabalho investigativo da prisão em flagrante do autor do homicídio a mulher ( testemunha) acabou contando como tudo aconteceu.

Em novas oitivas a mulher  acabou revelando que quem havia disparo contra seu namorado foi seu próprio tio, em razão de ciúmes por ele não aceitar o relacionamento da sobrinha, onde um dos motivos era a  grande diferença de idade( ela 21 anos e ele passava dos 50 anos). 

Oportunamente vale ressaltar que o autor do homicídio havia se desentendido com a vítima recentemente por não aprovar o namoro do casal.

Diante dos fatos A.F.S.   foi autuado em flagrante, onde responderá  pelo artigo 121 parágrafo  segundo inciso primeiro e quarto de homicídio qualificado por motivo torpe para emboscada. Ele foi encaminhado para  Cadeia pública de Penápolis e sexta feira  passará por audiência  de Custódia.

Durante o depoimento o autor ficou em silêncio apenas revelando que   não tinha nada a ver com os fatos. A participação de mais gente não está descartada.Vale ressaltar que a testemunha revelou aos policiais que o local era frequentado pelo casal. A investigação continuará.

WILSON DE LIMA GOMES tinha 54 anos, era casado, e deixa 03 filhos.
Residia na Rua: Marechal Deodoro.
Está sendo velado na Capela São Luis.
Sepultamento será 01-02-2019, ás 08:00hrs.
Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial