Óptica Ocular

Óptica Ocular
óptica ocular

L.C.S.

L.C.S.
DO AMIGO LUIZÃO VIGILANTE

ÓTICA VIZA

ÓTICA VIZA

ADVOCACIA

ADVOCACIA

Maconha sintética, LSD, cocaína, celulares e componentes são barrados em presídios de Lavínia e região



As apreensões ocorreram nas Penitenciárias de Presidente Bernardes, Pacaembu, Martinópolis, Junqueirópolis, Flórida Paulista, Mirandópolis, Lavínia, Irapuru e Assis

No último final de semana (28 e 29 de abril), estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são suspensos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais. Seguem informações de cada unidade prisional:

Sábado (28 de abril)
Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara”de Presidente Bernardes
Dentro de uma sacola trazida por uma visitante, neste sábado, havia escondida uma faca de cozinha com cabo de madeira, que foi descoberta pelos funcionários durante o procedimento de revista para entrar na unidade. A mulher foi suspensa do rol de visitas e o sentenciado que receberia o objeto responderá a Procedimento Disciplinar Apuratório.

Penitenciária “Ozias Lúcio dos Santos” de Pacaembu
A visitante R.P.M, companheira de um sentenciado da unidade, foi surpreendida pelo aparelho Boddy Scanner, que detectou um invólucro em sua genitália.  Após apresentar o objeto, funcionários encontraram dentro dele 01 (um) celular e 07 (sete) fones de ouvido. A polícia militar foi acionada e encaminhou a mulher para formalização do Boletim de Ocorrência, a qual também foi suspensa do rol de visitas. Foi instaurado Procedimento Disciplinar a fim de apurar eventual cumplicidade por parte do sentenciado que seria visitado, o qual se encontra isolado preventivamente em Pavilhão Disciplinar.

Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis
Com substâncias análogas à cocaína e maconha inseridas na genitália, uma mulher tentou entrar na unidade prisional, mas foi impedida por funcionários que notaram o ilícito durante os procedimentos de revista. Após ser suspensa do rol de visitas, ela foi encaminhada à delegacia de polícia para as providências relativas ao flagrante. O sentenciado que seria visitado irá responder a procedimento disciplinar.

Penitenciária de Junqueirópolis
Ao passar pelo aparelho Boddy Scanner durante procedimento de revista, uma mulher foi flagrada por agentes penitenciários tentando entrar na unidade com 01 (uma) porção esverdeada análoga à maconha escondida na costura do top que usava. Além disso, ela trazia 02 (duas) porções de substância análoga à cocaína coladas em sua perna. No dia seguinte, outra visita tentou esconder 07 (sete) pedaços de substância tóxica, aparentemente maconha sintética conhecida como K4, dentro da calça, na altura da cintura. Ambas foram encaminhadas ao plantão policial para as providências de praxe e suspensas do rol de visitas. Os sentenciados envolvidos, por sua vez, removidos para o Pavilhão Disciplinar onde aguardarão a apuração dos fatos.

Penitenciária “AEVP Cristiano de Oliveira” de Flórida Paulista
Por volta das 08h50, durante procedimento de revista para entrada na unidade prisional, ao passar pelo aparelho Boddy Scanner, uma mulher acabou por confirmar o que as imagens denunciaram: ela trazia 01 (um) celular escondido nas partes íntimas. Diante do fato, a autoridade policial foi acionada e conduziu a visitante à delegacia para elaboração do Boletim de Ocorrência e demais providências pertinentes. A mulher foi suspensa administrativamente do rol de visitas do sentenciado, sem prejuízo de responder na esfera criminal, tanto ela quanto o preso, contra o qual também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade no fato.

Penitenciária “Asp Lindolfo Terçariol Filho” de Mirandópolis (PII)
O aparelho Boddy Scanner detectou ilícitos introduzidos na genitália da visitante J.L.S. ao tentar visitar o companheiro na unidade prisional. A mulher foi encaminhada ao Hospital Estadual de Mirandópolis onde foram retirados os objetos, os quais se tratavam de substância análoga à maconha, 30 (trinta) adesivos do entorpecente (LSD), diversos bilhetes, cartas e comprovantes de depósitos, pesando um total de 123 gramas. Logo em seguida, foi levada à delegacia de polícia.

Penitenciária “Luiz Aparecido Fernandes” de Lavínia (PII)
Ao passar pela revista mecânica de imagem no aparelho de Scanner Corporal, o equipamento sinalizou positivamente para a presença de material metálico no corpo da esposa de um sentenciado. Indagada, a mesma admitiu que se tratava de 01 (um) celular e, em seguida, acompanhada por uma servidora ao sanitário feminino, retirou voluntariamente de seu órgão genital um invólucro contendo o aparelho sem chip. Do mesmo modo, outra visitante também ocultava 01 (um) aparelho de telefone móvel sem chip no corpo. Ambas foram encaminhadas com os materiais à autoridade policial para as providências da Polícia Judiciária e suspensas do rol de visitas. Os sentenciados foram isolados preventivamente e responderão a Procedimentos Disciplinares para apuração dos fatos.


Domingo (29 de abril)
Penitenciária de Irapuru
No momento da revista com o scanner corporal, foram constatadas anormalidades nas imagens geradas durante a passagem de duas visitantes pelo aparelho. A primeira confessou que trazia 01 (um) celular no órgão genital e a segunda, que trazia maconha oculta na costura da calça, na parte da cintura. Ambas foram encaminhas à autoridade policial e suspensas do rol de visitas.

Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu
Durante revista na alimentação trazida por visitantes de sentenciados com o uso de aparelho Raio-X, servidores obtiveram êxito na apreensão de 02 (duas) placas de telefone celular, 03 (três) chips e 02 (dois) fones que estavam desmontados na alça inferior da bolsa de uma mulher. Imediatamente, a Polícia Militar foi acionada e encaminhou a apreensão e a visitante até a Delegacia de Polícia para elaboração de Boletim de Ocorrência. O sentenciado foi isolado em cela de inclusão, em razão da instauração de Procedimento Disciplinar Apuratório.

Penitenciária de Assis
No momento em que passava pelo scanner corporal, a visitante J.A.A.S foi flagrada com um invólucro em seu corpo. Ao ser questionada, informou que trazia um celular no órgão genital, vindo posteriormente a retirá-lo. A Polícia Militar foi acionada para as providências cabíveis, assim como foram tomadas as providências administrativas.

Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

CURTA A NOSSA FAN PAGE