Óptica Ocular

Óptica Ocular
óptica ocular

L.C.S.

L.C.S.
DO AMIGO LUIZÃO VIGILANTE

ÓTICA VIZA

ÓTICA VIZA

ADVOCACIA

ADVOCACIA

Azeitonas recheadas de maconha são encontradas na Penitenciária de Martinópolis



Maços de cigarro preenchidos com maconha também foram encontrados na PII de Presidente Venceslau e PI de Riolândia

No último final de semana (14 e 15 de abril), estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são suspensos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais. Seguem informações de cada unidade prisional:

Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis
Agentes penitenciários impediram a entrada de três mulheres que tentaram introduzir ilícitos na unidade prisional, neste final de semana. Uma delas trazia na genitália uma porção de substância análoga à cocaína. A outra trazia, no fundo falso de uma calcinha, substâncias análogas à maconha e cocaína, enquanto a terceira, tentou esconder maconha em meio a alimentos trazidos em uma vasilha, mais precisamente, dentro de azeitonas misturadas ao arroz. As visitantes foram encaminhadas à Delegacia de Polícia para as providências relacionadas aos flagrantes e suspensas do rol de visitas, enquanto os sentenciados responderão a Procedimento de Infração Disciplinar.

Penitenciária “Maurício Henrique Guimarães” de Presidente Venceslau (PII)
Neste domingo (15), em meio aos pertences trazidos para um sentenciado por sua filha, agentes penitenciários encontraram maços de cigarro contendo maconha em seu interior. Diante dos fatos, a mulher foi conduzida ao plantão policial com a substância que pesava cerca de 200 gramas, ficando à disposição da polícia, além de ser suspensa do rol de visitas do sentenciado.

Penitenciária “João Batista de Santana” de Riolândia
No sábado (14), no momento em que revistavam a alimentação trazida pela visitante J.A.T, esposa de um sentenciado da unidade prisional, funcionários constataram a presença de maconha no interior de um maço de cigarro. A polícia militar foi acionada, encaminhando a mulher e o objeto à Central de Flagrantes de Votuporanga/SP, além da autora ser suspensa do rol de visitas. 

Penitenciária “AEVP Cristiano de Oliveira” de Flórida Paulista
No último domingo, dia 15 de abril, por volta das 10h15, a visitante D. B. B. companheira do sentenciado J. da S. A., ao ser submetida à revista no aparelho de scanner corporal (Body Scanner), foi surpreendida portando em suas partes íntimas 01 (um) invólucro contendo 01 (um) micro aparelho de telefonia celular. Diante do fato, foi acionada a Polícia Civil, que conduziu a visitante até a Delegacia de Polícia local para a elaboração do boletim de ocorrência e demais providências pertinentes. A visitante foi suspensa administrativamente do rol de visitas do sentenciado, conforme ordena a legislação vigente, sem prejuízo de responder na esfera criminal, tanto a visitante como o preso. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade do detento que receberia o aparelho celular.

Penitenciária de Irapuru
No momento da revista, junto ao scanner corporal, a visitante do sentenciado M.A.C.Z. foi flagrada com um invólucro escondido nas partes íntimas contendo 01 (um) celular. A mulher foi suspensa do rol de visitas e encaminhada à autoridade policial para providências.

Penitenciária de Junqueirópolis
Duas mulheres foram impedidas de entrar na unidade prisional após passarem pelo scanner corporal. Isso porque o aparelho sinalizou a presença de materiais ilícitos ocultos em suas partes íntimas. A primeira trazia 01 (um) micro celular e a outra 02 (dois) celulares e 02 (dois) fones de ouvido. Diante do ocorrido, as visitantes em questão foram encaminhadas para o plantão policial para as providências de praxe e suspensas do rol de visitas. Já os sentenciados envolvidos, foram encaminhados ao pavilhão disciplinar onde aguardarão a apuração dos fatos.

Penitenciária “Luiz Aparecido Fernandes” de Lavínia (PII)
Ao revistar uma vasilha contendo alimentos (macarrão e carne), trazida pela visitante A.C.N.P, cadastrada como companheira no rol de visitas do sentenciado N.A.S.J, agentes penitenciários encontraram 04 (quatro) invólucros envoltos em fita isolante contendo substância de coloração e odor característicos do entorpecente maconha. O sentenciado foi isolado preventivamente, a visitante suspensa do rol de visitantes e encaminhada com a substância à polícia judiciária.

Penitenciária “ASP. Paulo Guimarães” de Lavínia (PIII)
Após passar pelo equipamento de revista pessoal “Body scanner”, uma visitante foi surpreendida com a sinalização do aparelho mostrando que ela trazia em oculto na genitália um invólucro confeccionado com fita de alta fusão, papel carbono e grafite em pó e que continha em seu interior 01 (um) telefone celular. Foram realizados os procedimentos de praxe, a visitante suspensa do rol de visitas e o sentenciado, por sua vez, isolado preventivamente em cela disciplinar.

Penitenciária de Lucélia
Durante o procedimento de revista, por meio do aparelho scanner corporal, a visitante C.R.M. tentou entrar no interior da unidade prisional trazendo oculto em seu órgão genital um invólucro contendo 01 (um) aparelho micro celular. A visitante foi encaminhada à delegacia de polícia local e o sentenciado levado ao Pavilhão Disciplinar. No mesmo dia, e nos mesmos moldes, outra visitante tentou entrar no presídio com 01 (uma) placa de aparelho micro celular, sendo tomadas as mesmas providências aplicadas a outra mulher.

Penitenciária “ASP. Lindolfo Terçariol Filho” de Mirandópolis (PII)
Durante a revista mecânica por meio do scanner corpóreo, agentes descobriram que uma das visitas trazia consigo em oculto no órgão genital 01 (um) invólucro contendo cocaína. A mulher foi levada à delegacia de polícia local, para as providências pertinentes, e suspensa do rol de visitas do sentenciado.

Penitenciária “Ozias Lúcio do Santos” de Pacaembu
Um invólucro envolto a fita isolante e papel carbono contendo 01 (um) telefone celular foi encontrado no top usado por uma visitante de sentenciado, mais precisamente na região da axila. A Polícia militar foi acionada, um Boletim de Ocorrência formalizado, e a mulher suspensa do rol de visitas. O sentenciado foi isolado preventivamente em Pavilhão Disciplinar, onde responderá a Procedimento Administrativo.










Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

CURTA A NOSSA FAN PAGE