Óptica Ocular

Óptica Ocular
óptica ocular

ÓTICA VIZA

ÓTICA VIZA

ADVOCACIA

ADVOCACIA

Visitantes são flagradas com celulares e entorpecentes em presídios de Valparaíso e região




Ocorrências aconteceram em Lavínia, Andradina, Valparaíso, Presidente Bernardes, Irapuru, Assis, Martinópolis, Lucélia e Mirandópolis

Neste final de semana (24 e 25), estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são suspensos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

Sábado (24 de março)
Penitenciária “Asp Paulo Guimarães” de Lavínia (PIII)
Por volta das 10h, no setor de portaria da unidade prisional, a companheira do sentenciado C.C foi surpreendida tentando ingressar no ambiente carcerário com 01 (um) invólucro contendo entorpecente (maconha) introduzido na genitália, confeccionado com borracha, sendo flagrada pelo scanner corporal. A mulher foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Lavínia para os procedimentos de praxe, suspensa do rol de visitas, e o sentenciado isolado preventivamente em cela disciplinar.

Penitenciária de Andradina
Ao passar uma visitante pelo scanner corporal durante os procedimentos de revista, servidores avistaram uma imagem de objeto estranho na barra da calça da mulher onde, após verificação minuciosa, foi possível constatar que se tratava de 02 (dois) invólucros contendo material semelhante ao entorpecente Crack. A Polícia Militar foi acionada e conduziu a mulher à delegacia onde foi efetuada a prisão em flagrante, além de ser suspensa do rol de visitas. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar o envolvimento do sentenciado.

Penitenciária de Valparaíso
O aparelho boddy scanner sinalizou sonoramente assim que uma mulher passou pelo equipamento de revista. Ao ser indagada, a flagrada confessou estar ocultando nas partes íntimas um invólucro para ser entregue durante visita ao companheiro, o qual cumpre pena no local. Logo após, em local reservado, retirou o objeto o qual continha em seu interior cerca de 150 gramas de substância branca aparentando cocaína. A Polícia Militar foi acionada e conduziu a mulher à delegacia para providências, a qual também foi suspensa do rol de visitas da unidade prisional.

Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes
Ao passar uma visitante pelo procedimento de revista no scanner corporal, funcionários notaram pelas imagens geradas no aparelho que a mulher trazia algo em suas partes íntimas a qual, após ser questionada, informou que se tratava de cocaína. A visitante foi suspensa do rol de visitas e conduzida ao plantão policial para lavratura de Boletim de Ocorrência. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade de sentenciados envolvidos.

Penitenciária “Luiz Aparecido Fernandes” de Lavínia (PII)
Ao passar pelos procedimentos de revista pelo scanner corporal, a visitante D.V.V.B., cadastrada como companheira no rol de visitas do sentenciado J.P.C.M.S viu o equipamento sinalizar positivamente para a presença de material metálico em seu corpo. Indagada, ela confessou e retirou do órgão genital um invólucro contendo 01 (um) micro celular. No dia seguinte, outras duas mulheres foram flagradas da mesma maneira com invólucros introduzidos nas partes íntimas contendo uma porção de maconha e 01 (um) celular, respectivamente. 

Uma terceira visita tentou entrar na unidade com maconha oculta no top, sendo barrada pelos servidores. As mulheres foram suspensas do rol de visitas e encaminhadas para a delegacia de polícia civil para elaboração de Boletim de Ocorrência. Também foram instaurados Procedimentos Disciplinares para apuração dos fatos e os sentenciados isolados preventivamente.

Penitenciária de Irapuru
Um sentenciado teve a visita de sua companheira suspensa após a mulher ser flagrada tentando entrar na unidade com 01 (um) aparelho celular introduzido nas partes íntimas. O caso veio à tona graças a eficácia do scanner corporal e perspicácia dos servidores que atuam na unidade. A mulher foi encaminhada à delegacia de polícia civil para providências e o sentenciado responderá à Procedimento Disciplinar.

Penitenciária de Assis
O pai de um sentenciado, em visita ao filho, tentou entrar na unidade prisional com R$ 22,00 escondidos no bolso. No entanto, o dinheiro foi visualizado através do scanner corporal, ao passar pelo procedimento de revista. Diante do fato, o homem foi suspenso do rol de visitas e foram tomadas as providências administrativas. 

Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis
Duas mulheres tentaram burlar a segurança da unidade prisional neste final de semana. Uma delas trazia 01 (um) invólucro contendo 01 (um) aparelho celular inserido na genitália, enquanto a outra escondeu maconha e cocaína no recheio de um sanduíche. As visitantes foram encaminhadas à delegacia de polícia de Martinópolis para as providências relativas aos flagrantes e suspensas do rol de visitas. Também foram instaurados procedimentos de infração disciplinar em desfavor dos sentenciados para apuração de responsabilidades.

Domingo (25 de março)
Penitenciária de Lucélia
Agentes penitenciários impediram a entrada de duas visitantes de sentenciados após elas terem sido flagradas pelo scanner corporal com objetos ilícitos. Cada uma trazia consigo um invólucro contendo 01 (um) aparelho celular inserido nos órgãos genitais.

Penitenciária “Asp Lindolfo Terçariol Filho” de Mirandópolis (PII)
Ao tentar entrar na unidade prisional com 01 (um) celular inserido no órgão genital, uma mulher foi flagrada por agentes de segurança penitenciária, sendo suspensa do rol de visitas, encaminhada ao Hospital Regional de Mirandópolis para retirada do ilícito e, logo após, levada à delegacia de polícia para providências cabíveis.














Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

CURTA A NOSSA FAN PAGE