Óptica Ocular

Óptica Ocular
óptica ocular

DELY PADARIA E RESTAURANTE

DELY PADARIA E RESTAURANTE
ESTABELECIMENTO ACLIMATIZADO

CURTA A NOSSA FAN PAGE

ADVOCACIA

ADVOCACIA

Mais uma vez Araçatuba será sede de mundial Paramotor: leia



Araçatuba vai ser sede do Encontro Mundial de Paramotor e 4ª Feira Internacional de Paramotor, nos dias 17, 18 e 19 de junho, no campo localizado no final da rua Conde Zepelin, no Jardim Universo. Cerca de 150 pilotos e diversas empresas do segmento já confirmaram presença no evento, que já se tornou uma referência no cenário do esporte em âmbito internacional. 

Este é um evento que já se tornou tradicional em Araçatuba e atrai pilotos de vários estados brasileiros e até do exterior, além de público da região. A entrada é franca e várias atrações são realizadas ao longo dos três dias de eventos, além da presença de pilotos de renome internacional. 

Este ano já confirmaram presença de pilotos de diversos estados, inclusive os mais distantes de Araçatuba, como Acre e Sergipe, além de Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás, Distrito Federal e outros. Pilotos de renome internacional, incluindo pilotos de teste especializados e acrobacias, confirmaram presença. 

O mais novo piloto do mundo, Vinícius Motoquinha, que fez seu primeiro vôo solo aos 10 anos, com equipamento adaptado ao seu porte físico, também estará presente. O evento será marcado por apresentações de pilotos consagrados, jogos aéreos, vôos livres, cross e outras atividades que se tornam uma atração ao público presente. 

Para os interessados em sentir a emoção de voar em um paramotor, haverá equipes fazendo vôos duplos. Quem doar um litro de leite participará de sorteios para fazer um vôo com um piloto credenciado. Também está previsto a participação de um balão, cujo vôo será condicionado às condições climáticas. 

O encontro e a feira são realizados pelo Clube de Paramotor Araçatuba, com apoio da Prefeitura e parceria com empresas do segmento. A entrada e estacionamento ao público são gratuitos. No local haverá praça de alimentação e uma feira internacional, com exposição e comercialização de equipamentos nacionais e importados. 

O Clube de Paramotor de Araçatuba, que realiza o evento em parceria com a prefeitura e apoio de empresas do segmento, vai fazer arrecadação de leite, sendo que a litro doado a pessoa recebe um cupom para concorrer a um vôo panorâmico. A praça de alimentação é aberta ao público em geral, e no sábado a noite haverá um show de pop rock ao vivo com Cacirlei e Fabão. 

Durante o evento o piloto Lu Marini, conhecido por suas expedições transmitidas por canais fechados e também pelo Fantastico, estará presente nos três dias de evento, em um estande onde vai receber o público e expor os materiais utilizados em suas expedições. Araçatuba já é conhecida internacionalmente como a capital do paramotor, devido ao porte do encontro realizado anualmente na cidade e também por ser referência em empresas do segmento. 

A cidade abriga a única fábrica de motores de paramotor da América Latina, a Red Fly, que também produz diversos acessórios para o esporte, como seletes (assento do piloto), escapamento, chassi e trike. trike consiste em um “carrinho” triciclo que acomoda o piloto, ao contrário do paramotor solo, onde o piloto precisa correr para fazer a decolagem, levando o motor nas costas, acoplado a selete. 

A cidade tem ainda uma escola de paramotor que forma alunos inclusive de outros estados, a M.Glider, que começa a entrar no mercado de fabricação de trikes. O instrutor Marcelo “Glider” Oliveira, proprietário da M.Glider, foi o precursor do paramotor em Araçatuba e região. Apaixonado pela aviação, ele queria encontrar um meio econômico para poder voar. 

Há mais de 10 anos fez um curso de paraglider (voo livre), e como em Araçatuba não tem morros para fazer decolagens sem motor, decidiu improvisar uma adaptação. Utilizou um motor de aeromodelo, de 180 cilindradas, e deu um jeito de adaptar como mochila nas costas, usando inclusive uma cadeirinha de bebê para fazer a adaptação. 

O invento deu certo e ele começou a voar no alto do bairro Ipanema. O equipamento, do alto, passou a chamar a atenção de quem passava pelo local e aos poucos começaram a surgir outros interessados, inclusive da região. Para reunir os apaixonados pelo esporte e trocar experiências, os pilotos começaram a se reunir uma vez por ano em Araçatuba, o que acabou originando este grande encontro. 

A demanda por equipamentos e a falta de oferta no mercado interno, fez com que os pilotos Claudemir Antônio Carlos e Waldemar Ferreira, o Vermelho, fundassem a Red Fly. Marcelo Oliveira fundou a escola e hoje vive apenas do hobby, e está entrando no mercado de fabricação de trikes. O pioneirismo também revelou alguns inventores talentosos, que fabricam em casa seus motores e trikes, fazendo inclusive a comercialização de seus produtos artesanais. 

Nos dias 17, 18 e 19 de junho todos esses apaixonados pelo esporte se reúnem em Araçatuba dando um show ao público que vai prestigiar o evento.  O encontro movimenta e aquece os setores de hotelaria e gastronomia da cidade, já que participam em média 150 pilotos, e a maioria vem acompanhados pelos familiares. Uns acampam no próprio local do evento. Há grupos que alugam áreas de lazer e outros ficam em hotéis. 

Fonte: Atta News

PUBLICIDADE:
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Compartilhar Google Plus

Autor Guararapes Sorriso News

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial